Prefeitura Municipal de Ouro Verde do Oeste

  • Max 23º
  • Min 11º
Terça-feira, 27 de Junho de 2017

A Cidade

CONHEÇA A CIDADE

 

» O Município

Em 12 de junho de 1989 o governador Álvaro Dias sanciona o Projeto de Lei n° 206/86, o qual convertido em Lei, toma o número 9.009. Surge no mapa do Paraná OURO VERDE DO OESTE.

Não seria correto dizer que Ouro Verde do Oeste nasceu em 12 de junho de 1989. Foi muito antes. Ele nasceu em 1960, quando bravos homens converteram o sonho de uma vida melhor em ideal e buscaram novos horizontes, sem temer as dificuldades que se impunham a eles das formas mais variadas: intempéries, animais selvagens, cobras, insetos, etc. Sua coragem atraiu outros que atraíram outros... A vila cresceu, foi elevada a distrito, e por fim tornou-se município, tudo isso graças à persistência e união de seu povo.

Quanto a emancipação de Ouro Verde, muito se deve ao Deputado Sabino Campos, pois ao longo de toda tramitação, o mesmo mostrou-se empenhado na aprovação de seu Projeto. Perseverante, lutou sem tréguas, provando à Assembleia Legislativa, com argumentos e documentos, que seu pedido era viável, possível. Paralelamente, sempre manteve os ouroverdenses informados da situação, o que fazia através de visitas freqüentes ao distrito ou por meio do vereador Roque Ferreira de Lima.

(Fonte: SOUZA, Lucimara. Ouro Verde do Oeste)

 

» Dados Gerais

População (CENSO 2000)

Urbana: 4.039 Habitantes
Rural: 1.653 Habitantes
Total: 5.692 Habitantes
Taxa de crescimento Anual Total: 0,764 % ano

Área do Município: 

A área do Município de 293,042 Km²
PIB 0,6405.

Distâncias:

da Capital: 582 Km
do Aeroporto mais próximo: 180 Km (FOZ DO IGUAÇU)

Dados Geográficos:

Área: 293,042 Km².
Altitude: 494,00 metros
Latitude: 24º42’
Longitude: 53º46’

Clima:

Clima subtropical úmido, com temperatura média anual de 21,4ºC, regime pluviométrico varia de 1600 a 2000mm/ano. O ventos de 1ª direção é Leste e a 2ª é Nordeste, com velocidade média de 25m/s e o pico máximo de 33m/s;

Vegetação:

Original é a Mata Atlântica

 

» Bandeira Municipal
 

A bandeira de Ouro Verde foi idealizada e executada pelo heraldista e vexilólogo Reinaldo Valascki, dentro das normas da Heráldica Municipalista Brasileira. Ela se divide em quatro partes, com quatro cores distintas, conforme discriminação abaixo:

São três faixas e um triângulo. 

1- Um triângulo do lado esquerdo em cor amarela (metal ouro).

2- Uma faixa retangular em cor azul (blau), na faixa azul esta aplicada uma estrela, bem no centro da mesma, do lado esquerdo da faixa e do retângulo da bandeira. A estrela é em cor amarela (metal ouro).

3- Uma faixa retangular em cor branco (metal prata), ao centro da mesma vai aplicado o Brasão de Armas Municipal.

4- Uma faixa em cor verde (sinopla) na parte inferior da bandeira.

Simbologia

A bandeira tem quatro cores distintas e tem a seguinte simbologia:

A cor amarela em seu triângulo representa a riqueza e também a confiança que os homens públicos da cidade e do município tem em que resolverão os problemas de Ouro Verde do Oeste, sempre satisfatoriamente e com justiça, pois tem o poder, a autonomia municipal que lhes é outorgada e tem constância nas lutas em benefício de todos os munícipes.

A cor azul (blau) da faixa superior, simboliza o céu azul e ameno que cobre o território municipal e é o símbolo heráldico da justiça, nobreza, elogio, perseverança, zelo, doçura, dignidade, vigilância, perfeição e firmeza incorruptível. (Guelf., 64; Asêncio, 63; Ronchetti, 126).

A cor branca (metal prata) em faixa no centro da Bandeira é o símbolo da paz, da amizade, pureza, inocência, beleza, felicidade, integridade, equidade e a verdade. (Guelfi., 51, e Asêncio, 61).

A cor verde (sinopla) na faixa inferior simboliza a esperança e a fé, representa as campinas, os campos férteis do Município, a área onde viceja a linda e bem cuidada agricultura e as lindas matas no território do Município de Ouro Verde do Oeste.

Na faixa de cor azul (blau) vemos incustrada uma estrela em cor amarela aplicada no seu topo, tem um significado especial, é uma homenagem aos grandes pioneiros e desbravadores, aos fundadores do Distrito e hoje Município de Ouro Verde do Oeste.

(Fonte: SOUZA, Lucimara. Ouro Verde do Oeste

 

» O Brasão
 

O Brasão de Armas do município de Ouro Verde do Oeste foi idealizado e executado pelo heraldista e vexilólogo Reynaldo Valascki, dentro das normas herálicas do Municípios brasileiros e descritos nos seguintes termos:

O escudo em estilo “Samnítico”, usado para representar o Brasão de Armas do Município de Ouro Verde do Oeste, foi introduzido em Portugal na época quinhentista e herdado pela heráldica brasileira com evocativo da raça colonizadora e a principal formadora da nossa nacionalidade.

A coroa mural que sobrepõe o escudo é o símbolo universal dos Brasões de Domínio, que sendo em cor amarela (metal ouro) com oito torres, das quais são visíveis apenas cinco em perspectiva, com janelas em vermelho (goles), classifica a cidade representada na terceira grandeza, ou seja, sede do Município.

Em chefe, ponto de honra do campo do Brasão (escudo), vemos formado um escudete, com o desenho nobre de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Município, simbolizando a fé e a religiosidade do povo.

O campo do Brasão de Armas é esquartelado, tendo no primeiro quartel, à esquerda na parte superior, vemos em abismo, mata nativa e uma grande área de cultura e uma tora derrubada, assim lembrando o início dos trabalhos pelos 

No segundo quartel à direita, na parte superior, temos em abismo desenhado um mapa, um quadro negro, um globo terrestre, um livro e um tinteiro com um pena, assim simbolizando a Educação e Cultura existente no Município.

Ao centro, dividindo distintamente o campo do Brasão de Armas, vemos duas linhas sinuosas em azul, assim simbolizando o Rio São Francisco e outros que banham e enriquecem o Território do Município de Ouro Verde do Oeste.

No quartel abaixo do lado esquerdo, vemos desenhada um cabeça e, em tamanho maior, uma metade de uma rês (boi) e uma linda campina que simboliza a rica pecuária existente no Município.

À direita, em abismo, no quartel vemos desenhado um trator sendo dirigido por um homem do campo, simbolizando a agricultura moderna e mecanizada que ora se expande em todo território municipal.

No campo do Brasão de Armas, abaixo dos quartéis inferiores, vemos um capacete Mercúrio que simboliza o comércio no município.

O verde do campo do Brasão municipal simboliza primeiramente as florestas nativas onde surgiu a cidade de hoje, os grandes cafezais que ali existiam e atualmente as grandes áreas agrícolas e os campos.

Abaixo do campo do Brasão de Armas, vemos desenhados ramos de café e algodão, do lado direito, ramos de soja e feijão e um pé de milho, à esquerda ramos de soja e trigo, todos com frutos, são as plantas ornamentais do brasão de Armas do Município, pois a agricultura é o esteio do Município de Ouro Verde do Oeste.

Para finalizar, vemos o listel em cor vermelha (goles), onde está escrito o topômino “Ouro Verde do Oeste”e em flâmula, à esquerda, os algarismos e o milésimo 12 06 1989, data esta da criação do município, e, à direita 01 01 90, data da Emancipação Política do Município de Ouro Verde do Oeste.

(Fonte: SOUZA, Lucimara. Ouro Verde do Oeste)